sábado, 17 de dezembro de 2011

Por isso desejava tanto ser imensidão, ter uma vida de olhares e desejos direcionados a todo instante, mesmo quando se transformava em escuridão e dava espaço para que o brilho de cada olhar fosse transmitido a quem lá não mais se encontrava. Tentava se apaixonar a cada passava que dava, em cada tropeço desejava que tivesse alguém que a pudesse levantar, como nos filmes ela imaginara. De ilusão todo coração é repleto, mas na dosagem dessa vez tinha pesado. Embriagou-se de bons momentos que nunca aconteceriam, dos maus momentos que a nenhuma chance de revelar-se teriam. Imaginou também o dia que se encontrariam e dali pra frente o conto de fadas teria vida.

Um comentário:

  1. Os adultos vivem dizendo que a adolescência é um dos perídos mais
    marcantes da vida. Mais o que o adolescente pensa disso? (sinopse do meu blog)
    Acessa o meu blog?
    "Blog de uma adolescente"

    http://blogdeumagarotaadolescente.blogspot.com/

    Espero a sua visita, se gostar do meu blog, segue lá, ficarei muito feliz.
    Desde já obrigada, tenha uma ótima semana.
    Atenciosamente Tainã Almeida.

    ResponderExcluir

Trecho de "Eu, delírio."

"Sendo despertado por amantes que batem na porta às 5:50h da manhã e esperam ser atendidos com um belo sorriso, e um exalo leve do cheiro que carrego. Devo avisa-los que veneno tem gosto doce, e é um delírio em fim de tarde. Não acostume-se com o sabor, se não vai beber dessa água por muito tempo."

Sobre-quem.

Minha foto
Escrevo porque não posso sair gritando nas ruas, ou talvez escrevo porque ainda não tenho o que falar. Hélida Carvalho, inspirada na musica que me ouve.

Leitores.